Sabará


Envolta por lendas e histórias sobre sua origem na época do Ciclo do Ouro, o fato é que a Vila Real de Nossa Senhora da Conceição do Sabará foi um importante centro de comércio e ourivesaria a partir do século 17, sendo elevada à categoria de cidade em 1838. Hoje o município faz parte da região metropolitana de Belo Horizonte e preserva, como outras cidades históricas, o rico patrimônio das Minas Gerais e do Brasil em suas construções seculares e suas ruas calçadas por pedras.



...De Belo Horizonte, logo cedo, segui de ônibus de linha para a visita a Sabará. Cerca de uma hora após já me encontrava na cidade em direção à pequenina Igreja de Nossa Senhora do Ó onde encontraria o guia que contratei. Começamos a visita por ali.

Erguida como capela em 1719, tem uma fachada em linhas retas e torre central única, uma aparência externa simples que contrasta com seu interior, onde um único altar, rico em detalhes e decorado com ouro e pinturas em vermelho e azul, está ornamentado por arcos concêntricos e colunas torcidas. Personagens bíblicos com olhos amendoados evidenciam a influência oriental. A pequena Igreja é considerada uma joia da primeira fase do Barroco.
                                          Foto: Ricardo André Frantz ( CC BY 3.0)

Serviço
Onde:Largo N. S. do Ó
Quando: Diariamente das 08:00 às 12:00/ das 13:00 às 17:00 h
Quanto: R$ 2,00


...Dali seguimos a pé para o centro histórico. Passamos pela casa onde teria morado o Aleijadinho, em direção a Igreja Nossa Senhora do Carmo, cujo frontispício possui dois grandes anjos sustentando o brasão coroado da Ordem do Carmo, obra em pedra-sabão atribuído ao escultor,

A ornamentação dessa igreja é influenciada pelo estilo rococó, com trabalhos em madeira e detalhes em ouro. Do Aleijadinho são também todo o coro, os atlantes, dois púlpitos, entre outras obras.
                                                            Foto: Ricardo André Frantz ( CC BY 3.0)

As pinturas ficaram a cargo de Joaquim Gonçalves da Rocha, como o forro da capela-mor e o forro da nave (Elias subindo ao Céu).
       Foto: Ricardo André Frantz ( CC BY 3.0)

Serviço
Onde:
Quando: Diariamente das 09:00 às 11:00/ das 13:00 às 17:00 h
Quanto: R$ 2,0


...Continuando pelas estreitas ruas de Sabará, visitamos o Museu do Ouro, instalado na única Casa de Fundição de Ouro e Intendência(1730) ainda de pé no Brasil, onde se encontram objetos, utensílios e documentos da época. A Igreja das Merces, que se destaca pela simplicidade interna e externamente. Ainda no centro, a inacabada Igreja de Nossa Senhora do Rosário dos Pretos, cuja construção começou em 1768 e por falta de recursos da irmandade e abolição da escravatura não foi concluída.
Outras igrejas que podem ser visitadas são a Igreja de São Francisco de Assis e a Igreja Matriz de Nossa Senhora da Conceição, esta uma das mais suntuosas do país, ornamentada com ouro em talhas e diversos elementos das 3 fases do barroco. 
                                ***
                                ***

A cidade possui muitos chafarizes, como o chafariz do Corte Real foi construído em 1809. O Chafariz do Rosário, erguido em 1752, com linhas do estilo barroco e o mais famoso, Chafariz do Kaquende,  fonte pública construída em 1757, em alvenaria, com escultura em pedra-sabão, elementos barrocos como volutas, pináculos e uma cruz. A palavra deriva da expressão "cá-se-vende", pois ali perto existia um mercado.



A Rua Dom Pedro II, antiga Rua Direita era a principal rua do povoado no século 18 e guarda os mais significativos exemplares do casario colonial., entre eles o Solar do Padre Correia, construído em 1773, onde atualmente funciona a prefeitura.

Cerca de 25 km de Belo Horizonte, vale a pena fazer um bate-volta a Sabará.

Comentários