Sobral - uma setecentista cidade cearense

De um povoado, rota das boiadas que se dirigiam para os grandes centros consumidores no século 17, nasceu a cidade de Sobral, um dos maiores municípios do Ceará, que foi elevada à categoria de cidade em 1841. Localizada ao sopé da Serra de Meruoca e ao lado esquerdo do Rio Acaraú, com a construção, em 1882, da estrada de ferro que a ligava ao porto de Camocim se tornou o principal polo comercial do norte do Estado. Por ela era escoada a produção de couro, carne e algodão. A ligação com esse porto abriu as portas da Europa para a cidade, o que contribuiu com o
eurocentrismo que alimentava os desejos e sonhos dos sobralenses, fazendo criar uma cultura inovadora e requintada que sobrevive nos seus prédios e casarios coloniais.

...Após o farto café da manhã e com as orientações dadas pelo recepcionista saí, na ensolarada manhã do último domingo do ano, em direção ao centro histórico. Em poucos minutos atravessei quatro quarteirões e cheguei ao Largo onde está localizada a Igreja de São Francisco. Entrei pela porta lateral e me acomodei em um dos bancos ao perceber que o sacerdote celebrava um batizado. Para não interromper o momento íntimo familiar, evitei me aproximar armando o tripé à distância e  fotografei os afrescos pintados, atrás do altar, com cenas de São Francisco. 
...De lá segui pela rua lateral ladeada por casarios coloniais até o Museu Dom José, ao lado da Casa da Cultura e à frente da Praça São João.

O Museu Diocesano, hoje denominado Museu Dom José com quase 30.000 peças em seu acervo, é considerado o 5º do Brasil em Arte Sacra e Decorativa pelo Conselho Internacional de Museus (ICOM).  Além da expressiva coleção de arte sacra, com imagens, cálices, oratórios, castiçais e demais objetos de culto, possui coleções raras de transportes, como liteiras e cadeiras de arruar; porcelanas e cristais da Boêmia, Baccarat, Limoges, e louças de Companhia das Índias Ocidentais; pratarias, artesanato regional e arte indígena, além de um expressivo mobiliário em madeira de origem européia e brasileira.
O acervo encerra toda a evolução do Vale do Acaraú; contando a história da iluminação, antes da energia elétrica, a partir de velas de carnaúba até os finos lustres de cristal da Boêmia. Grande parte das peças foi doada por famílias do norte cearense, numa época de hegemonia econômica e política de Sobral e teve como maior incentivador o seu fundador, Dom José Tupinambá da Frota, que colecionou as peças dos séculos 17, 18 e 19 entre os anos de  1916 e 1959.
...Em virtude do recesso de final de ano, o Museu  com 57 janelas externas dispostas ao longo de dois pisos, encontrava-se fechado e não pude conhecer o rico acervo de relíquias do passado sertanejo cearense.


Na outra extremidade da Praça, encontra-se o Teatro São João, construído entre 1875 e 1880 por iniciativa da Sociedade Cultural União Sobralense. É o segundo Teatro mais antigo do Ceará, tem seu projeto arquitetônico inspirado no Teatro Santa Isabel do Recife. Em estilo neoclássico, frontão em arco com palco italiano e platéia em formato de ferradura, foi construído acompanhando a tendência européia adotada em vários teatros do Brasil. Em 1999 foi tombado pelo Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (IPHAN).


...Além do Teatro e da Casa da Cultura, a Praça São João abriga a Escola de Música de Sobral e a Igreja Menino Deus. Como era época natalina, havia um presépio ao ar livre, onde várias crianças se divertiam tirando fotografias. Ainda permaneci alguns minutos admirando o reflexo da fachada do Teatro no pequeno lago  em meio ao cuidado jardim.
Em seguida, pela Avenida Dr. Guarani cheguei ao Arco de Nossa Senhora de Fátima, construído em 1953 , por iniciativa de Dom José, como marco da visita da imagem peregrina de Nossa Senhora à Sobral. Teve como projetista Falb Rangel e foi executado por Francisco Frutuoso do Vale, que também é o autor da imagem da Nossa Senhora que está no topo do Arco.

...Para aplacar o forte calor, comprei um sorvete na farmácia da esquina e continuei a caminhada até a Igreja de Nossa Senhora da Conceição, Matriz de Sobral.
A Catedral da Sé, em estilo Barroco Pernambucano, cuja imponência e grandeza foi descrita em prosa pelo escritor sobralense Domingos Olímpio no livro Luzia-homem, foi iniciada em 1778 e concluída em 1783. Tem´na sua fachada pórtico com arco em pedraria de lioz de Portugal e na torre da esquerda um  relógio trazido de Paris.
...Da Praça da Sé, segui em direção ao casario do século 18, ocupado pela Câmara Municipal e de lá fui até o pequeno bosque da Praça Duque de Caxias, onde, sob a sombra de uma frondosa árvore, sentei-me em um banco e aproveitei para comer uma barra de cereal. Logo depois, liguei para casa dando notícias. O visual é encantador! Diversas aves entoando seus cânticos, algumas pousando para bebericar água e outras para beliscar algum alimento disponível no chão.

Retornei para o hotel cansada, porém impressionada e surpresa com o que  encontrei na charmosa e conservada cidade, dona de um patrimônio histórico de até dois séculos atrás em sobrados, igrejas e teatro.
Praça em frente a Igreja de São Francisco, ornamentada para o Natal- 2009

...Encontro o simpático recepcionista que além de me dar um mapa da cidade, também me fala sobre Sobral ter um importante parque industrial. Benefícios fiscais oferecidos pelo Estado atraíram indústrias que vêm contribuindo para o crescimento da economia da região. Como é o caso da Grendene, indústria de calçados do Rio Grande do Sul, que tem a sua maior fábrica na cidade; indústria e artigos de couro, que deixa o Ceará em terceiro lugar no ranking nacional de exportadores; indústria têxtil e indústria de cimento, como a Votorantim.

Painel da Igrja S. Francisco
No dia seguinte, antes de seguir para a rodoviária de onde embarcaria para a cidade de Ubajara, na Rua Cel. Ernesto Diocleciano passei em frente a Igreja do Rosário dos Homens Pretos, que é a mais antiga de Sobral, construída em 1767. Uma breve parada para fotografá-la e me dirijo até a Praça Dr. José Saboia, de onde continuo em direção à Igreja das Dores, com sua torre única e um bem tratado jardim.
Igreja do Rosário dos Pretos
Igreja das Dores


...Desço uma escadaria e alcanço a margem esquerda do rio, que revitalizada em 2004, conta com espaço para caminhadas, quadras de esportes, campo de futebol e anfiteatro. O local tem uma visão espetacular da cúpula da Igreja da Sé, da Igreja das Dores e do Rio Acaraú com suas águas plácidas cruzadas, a todo instante, de um lado a outro por rústicas canoas.

...Check out feito e o taxi já estava aguardando para me deixar na rodoviária. O ônibus sairia às 14: 30 h e resolvi fazer um pequeno lanche. Depois de uma longa espera, saímos com mais de uma hora de atraso a bordo do ônibus da empresa Guanabara, proveniente de Fortaleza, com destino a Ubajara.

Comentários