Rota 1: Patagônia


Em 2009 viajei pela Patagônia Argentina e Chilena. Foi uma viagem inesquecível, não só pelas belezas naturais daquela magnífica região, mas também por ter sido um roteiro totalmente elaborado por mim  e que o fiz por minha própria conta e risco. Senti-me em êxtase frente à diversidade da fauna e flora, às paisagens exuberantes da montanhas nevadas e à cor dos lagos e rios que variava do verde esmeralda ao azul-turquesa. Ah, como sentir medo diante de tamanha beleza?





No total foral 23 dias viajando. Na Argentina fiquei 6 dias em Ushuaia, de lá segui de ônibus para o Chile. Atravessando o Estreito de Magalhães em um ferry boat e continuei até Punta Arenas, onde troquei de ônibus para chegar a Puerto Natales. Esta pequenina e charmosa cidade foi a base para seguir em direção ao fantástico Parque Nacional Torres del Paine, onde passei 2 dias percorrendo algumas de suas belíssimas trilhas.

De Puerto Natales foi a vez de retornar à Argentina e de ônibus atravessei o Passo Dorotéia para chegar a El Calafate, cidade base para conhecer o Glaciar Perito Moreno. Dois dias depois, segui de ônibus para El Chaltén, capital do trekking na Argentina e três dias após, estava à bordo de outro ônibus percorrendo a famosa Rota 40, até Bariloche, cidade onde estive a primeira vez 30 anos atrás. Continuei subindo o continente sul americano, em paralelo à Cordilheira dos Andes até Mendonza, para uma visita ao Parque Nacional do Aconcágua. Última cidade desse roteiro e de avião cheguei em Buenos Aires, onde fiz uma conexão para retornar ao Brasil


O Roteiro


Dia 1
A Viagem foi iniciada em 31 de Dezembro de 2008, saindo do Recife em direção a São Paulo, pela TAM, de onde segui para Buenos Aires na manhã do dia 01 de Janeiro de 2009. 


Aeroporto de Guarulhos em pleno revellon 


Dia 2

De São Paulo segui para Buenos Aires pela Aerolineas Argentinas.



Em Buenos Aires foi utilizado o serviço de taxi da empresa Manoel Tienda Leon no traslado para o Aeroparque, de onde saiu o voo para Ushuaia.


Aeroparque
Inicialmente o voo seria direto, porém houve duas mudanças por conta da empresa aérea e antes de chegar a Ushuaia foi feita uma escala em Trelew. 
Aeroporto de Trelew




Dia 3
Visita ao Parque Nacional Tierra del Fuego, a 12 km de Ushuaialocalizado à beira do Canal de Beagle. 



Dia 4

... Este foi um dia atípico! O taxi nos pegou muito cedo no Hostel e cerca de 1 hora e 30 minutos chegamos ao local onde pegaríamos um barco para chegar a uma pinguinera. Bom,  pegaríamos se houvesse vagas para todos. E não havia.
 
... Então seguiram André e Manu para encontrar com os pinguins. Eu, Lúcia e o motorista do taxi, ficamos na cafeteria. Lá fora, a sensação térmica era de quase zero grau!

... O dia tinha amanhecido nublado e com chuva fina em todo o trajeto. Do taxi fiz umas fotos das montanhas nevadas, um registro dos Andes Fueguinos.





Dia 5
Navegando pelo Canal de Beagle pela manhã. Final de tarde visita ao Museu do Presídio e ao Museu Yámana.






















Museu do Presídio

            Museu Yámana

Dia 6

Jantar em um refúgio de montanha e visita a uma Castoreira.





Dia 7
Passeio de dia inteiro ao Lago EscondidoLago Fagnano, visita ao Refúgio Las Cotorras, onde há uma criação de huskiescães siberianos que são usados para puxar trenós nos passeios da temporada de inverno.Veja aqui.
Lago Escondido





















Ao retornar à Ushuaia, resolvo conhecer o Glaciar Martial.





Dia 8

Da Argentina para o Chile, pelo Estreito de Magalhães

Seguindo pela RN 3, o ônibus da Tecni-Austral saiu de Ushuaia até Rio Grande, onde houve a troca do veículo, que seguiu para o Chile, até Punta Arenas. 

No Paso de Frontera (Paso San Sebastián) se fez a imigração para o Chile rapidamente, apesar da quantidade de passageiros que havia no ônibus.

A travessia do Estreito de Magalhães foi feita por Primeira Angustura no Ferry da empresa Transbordadora Austral Broom, em Cerca de 40. Partimos de Bahia Azul (Terra do Fogo-Chile) até Punta Delgada (continente). Pela rodovia seguimos para Punta Arenas.




De Punta Arenas a Puerto Natales o trajeto foi feito em ônibus da empresa Buses Fernandez www.buses.fernandez.com.

Dia 9 - A caminho de Torres del Paine(aqui)
De Puerto Natales até a portaria da Laguna Amarga (em Torres del Paine), o trajeto foi realizado no ônibus da J.B.A. De lá, houve troca por um ônibus local até Pudeto, de onde se embarcou em um catamarã rumo a Pehoe























Terminada a travessia no Lago Pehoe, uma caminhada rápida até o refúgio, de onde segui, após um reforçado lanche, para a trilha
Chegando ao Refúgio
















O lanchinho
















Final do dia um relax merecido
"Relax"
Dia 10
No segundo dia em Torres del Paine , após o café da manhã no refúgio, foi o momento de seguir pela trilha em direção ao Glaciar Grey. Apesar de não ter completado o percurso, o que vi pelo caminho já valeu.










Dia 11
Após dois dias em Torres del Paine(veja aqui), fiz a viagem de volta à Puerto Natales. 

Em Puerto Natales cheguei ao final da tarde. 



Dia 12
O retorno à Argentina se deu no ônibus da empresa Turismo Zaahj. A viagem foi tranquila, saímos cedo de Puerto Natales e os trâmites foram rápidos na fronteira entre o Chile e a Argentina (veja aqui).
No começo da tarde chegamos à El Calafate.
Distância: 375 km

Dia 13
Passeio de dia inteiro ao Parque Nacional Los Glaciares(veja aqui).





Dia 14
De El Calafate para El Chaltén, foi usada a empresa Chaltén Travel. Os 220 km foram feitos na sua maioria por estrada asfaltada, alguns trecho ainda eram de rípio. Porém as paisagens, belíssimas.
A caminho de El Chaltén
Em El Chaltén, a Capital Nacional do Trekking, fiz uma pequena caminhada antes de anoitecer.



Dia 15
Chuva e ventos fortes impediram qualquer atividade externa. O dia foi utilizado para ajustes no roteiro e organização.

Dia 16

Caminhada de dia inteiro à Laguna Torres. Paisagens deslumbrantes!





Dia 17- ROTA 40

Foi utilizada a empresa Chaltén Travel para percorrer a Rota 40. No primeiro dia foram gastas cerca de 10 horas entre El Chalten e Perito Moreno, onde se pernoitou.

                                                
Dia 18ROTA 40
No segundo dia, foram 12 horas de Peito Moreno até Bariloche. 
Viajando pela Rota 40.

Dia 19
O dia em Bariloche para ajustes no roteiro e escolha do caminho a seguir, finalizando a aventura pela Patagônia.



Início da tarde, de ônibus, partir em direção a Mendonza(veja aqui).




Dia 20

Após viajar a noite toda, chegamos cedo da manhã em Mendonza.

Dia 21

Passeio de dia inteiro em direção ao Parque do Aconcágua, passando por Puente del Inca.(veja aqui)




Retornamos por Villavicencio, uma antiga estrada repleta de curva, estreita e em terra que ligava o Chile a Mendonza.







Dia 22
Logo cedo saí de Mendonza para Buenos Aires, em um voo da Aerolíneas Argentinas. Do Aeroparque segui para o aeroporto Ezeiza, de onde segui para São Paulo e depois Recife.








Comentários