Museu Larco


De todos os museus que conheci, nunca encontrei um que se apresentasse de forma tão bonita quanto o Museu Larco em Lima, no Peru. Pois é, o colorido do seu bem cuidado jardim dá as boas vindas aos que chegam lá curiosos para aprender um pouco mais sobre a arte e cultura pre colombiana.









O museu foi fundado por Rafael Larco Hoyle, empresário e engenheiro de formação mas que se dedicou à arqueologia peruana ao retornar à sua terra natal, após a temporada de estudos nos EUA. Em 1926 funda o museu e nas décadas seguintes (século 20) passou a adquirir coleções particulares como também a se dedicar às expedições e escavações arqueológicas, especialmente na costa norte do Peru. O empreendimento envolveu toda a família, culminando na criação do espaço localizado na mansão colonial do século 18, que por sua vez, foi construída sobre uma pirâmide pré-colombiana do século 7.


De forma didática as galerias estão organizadas em ordem cronológica, expondo 3.000 anos de história do Peru pré-colombiano. Apesar disso o museu não é grande e nem um pouco monótono. Possui a mais rica coleção de ouro e prata do Peru Antigo.


Jóias, cerâmicas e arte têxtil.A maestria dessas peças impressionam!


Em um anexo, próximo ao restaurante, encontra-se a famosa coleção de arte erótica. Apesar de para nós ter essa conotação, acredita-se que essas imagens tinham a função de celebrar a fertilidade...



Outra curiosidade é a possibilidade de se conhecer o depósito de obras que não estão em exposição. A sensação que tive é de estar entrando em uma loja com diversos artigos de cerâmicas para serem vendidos, tamanha era a quantidade de obras nas prateleiras. Como teriam conseguido tudo aquilo e em estado tão perfeito de conservação?



Charmoso, excelente comida, mas meio carinho. Almocei antes de começar a visita, pois seria o segundo museu visitado naquele dia. Foi lá que experimentarei o famoso "suspiro limeño", que não cheguei nem à metade por ser extremamente doce!





Onde: Av. Bolívar 1515, Pueblo Libre.
Quando: Diariamente das 9 às 22 h
Quanto:
Adulto: 30 soles (2011)
Maiores de 65 anos: 25 soles
Estudantes e menores de 15 anos: 15 soles


Comentários