Cerro Calvário



O Calvário é o nome dado pelos católicos ao lugar onde Cristo foi crucificado. Em Copacabana é o nome do morro que se tem acesso por uma trilha íngreme, onde pedras e degraus aliados a altitude fazem com que o trajeto seja desgastante, mas a paisagem do Titicaca é a magnífica.








A manhã do segundo dia em Copacabana foi reservada para o repouso no charmoso hotel Rosário del Lago, sentia muito o efeito da altitude, afinal continuava a 3.800 m acima do nível do mar. Da ampla vidraça do apartamento avistava a fileira de cruzes no alto do Cerro Calvário. Apesar da íngreme subida, não deixaria de ir até lá em cima. Afinal, não poderia perder a visão mais surpreendente do lago Titicaca.

         O Cerro Calvário, da beira do Titicaca
Do Hotel segui de taxi até o patio que dá acesso à trilha. Aos poucos, comecei a subir o íngreme caminho em lentos passos. Parei inúmeras vezes, descansei e continuei sempre no meu ritmo. 



Nativos me ultrapassaram sem esboçar qualquer esforço.
A certa altura a trilha passa a ser formada por grandes blocos de pedra, formando degraus, um verdadeiro calvário. 
Todo o trajeto é marcado por  grandes cruzes simbolizando as 14 estações da Via Sacra. Para mim também era ponto de parada para descanso e fotografia.
       A cidade lá em baixo

Após 2 horas de caminhada, cheguei lá. E posso dizer que o sacrifício foi plenamente compensado pela magnífica visão! Diante de mim estavam o lindo e imenso lago azul, morros, ilhas e a cidadezinha, lá embaixo.


Comentários