La Paz


Embora se encontre a 3.500 m.s.n.m. La Paz está no fundo de uma cratera, na verdade um desfiladeiro do altiplano boliviano, onde se destaca o Monte Ilimani com 6.439 metros de altura. A cidade foi fundada em 1548, e funcionava como ponto de parada no caminho entre as minas de Potosí e o litoral do Pacífico, como também estava na rota entre Lima e Buenos Aires, os dois principais centros da colonização espanhola na América do Sul. 




No entanto, o altiplano boliviano já era ocupado bem antes da chegada dos espanhóis.Estima-se que por volta 1200 a.C. se desenvolveu a primeira grande civilização desta região, a cultura Tiahuanaco. 

Com sede às margens do Titicaca, essa civilização passou por vários estágios de organização, de tribos rudimentares a um vasto império nos Andes, que começou a entrar em decadência por razões desconhecidas nos meados de 1200 d.C. Após esse período a região foi dominada pelo povo aimará que, aos poucos,foi incorporado ao Império Inca.

O que sobrou dessa civilização pré-colombiana pode ser visto a 72 km de La Paz, em Tiwanaku .

...À medida que o taxi avançava em direção ao hotel, percebi que, ao contrário do que tinha imaginado vendo o mapa da cidade, não seria possível me deslocar facilmente a pé para a visita às principais atrações. O Hotel, apesar de confortável e localizado em um aprazível bairro, não era próximo do Centro Histórico e havia algumas ladeiras a serem percorridas.

...Dali era possível perceber o contraste das construções urbanas. O centro com edifícios coloniais, onde está O comércio, as instituições governamentais e os museus. As encostas íngremes daquela imensa "Cratera", com o suas precárias construções de tonalidade terrosa, avançando morro acima e indicando o local que era ocupado pela população mais pobre, onde estão OS principais bairros indígenas. 

A república mais alta da América Latina, tem o maior numero de civilizações indígenas, permitindo a sua população manter nas suas tradições e crenças o mistério das antigas civilizações.

...Cheguei ao hotel e ali a visão me revelou outra imagem de La Paz. O entorno com altos e modernos edifícios, em nada lembrava que eu estava na capital mais pobre da América do Sul.


O que há para ver?

O centro

Minha visita ao centro fez parte de um tour privado que contratei no Hotel. Um passeio pela parte Histórica da cidade onde se destaca a Plaza Murillo (Plaza das Armas no período colonial), que tem esse nome em homenagem a Pedro Domingos Murillo, líder de uma rebelião contra a colônia e que foi enforcado nesse local, em 1810.
Na praça estão localizados o Palácio Presidencial, conhecido como " Palacio Quemado ", por conta de um incêndio ocorrido em 1875,    a Catedral  e o Parlamento (Palácio Legislativo).


Continência à Evo Morales...Quem não tem uma foto jacu, que atire a primeira pedra...


A Calle Jaen

É uma estreita e conservada rua ladeada por casas coloridas, datadas do período colonial e onde se encontram Quatro museus. 

  • Museu Costumbrista Juan de Vargas: Instalado numa mansão Colonial, com mostras de tradições folclóricas e da Historia de La Paz
  • Museu do Litoral: dedicado à Guerra do Pacífico
  • Museu dos Metais Preciosos (Museo del Oro): coleção de artefatos de ouro produzidos pelas culturas pré colombianas. 
  • Museu Casa Murillo

Ainda localizadas no centro: Praça São Francisco e a Igreja homônima, erguida originalmente em 1549 e reconstruída no Século 17 em estilo barroco, mas com traços de influência indígena (Representações de aves e Elementos Florais). 

Ao Lado se encontra a Calle Sagarnaga, com o seu comércio voltado par o turismo, onde comprei o passeio para O Salar de Uyuni. Numa das transversais, a Calle Linares, local do mundo místico dos aimarás,o Mercado de las Brujas, com suas lojinhas de artigos artesanais e tudo O que é preciso para rituais e oferendas à Pachamama, incluindo  os fetos ressecados Lhamas.




Caso você não esteja sentindo muito o efeito da altitude, o que não foi o meu caso, o ideal é percorrer a pé pelo centro para ter a oportunidade de entrar em contato com o dia a dia do povo boliviano.


Passeios Arredores 

Vale de la Luna


Está a 10 km do Centro. Trata-se de uma pequena região desértica, cuja paisagem lembra um superfície da lua e que foi moldada pela ação dos ventos e chuvas sobre rochas calcárias.

.  


Mirador Killi Killi-

A vista é grandiosa e se vê boa parte de La Paz, numa mistura curiosa de construções modernas com outras simples. Ao meio o  Estádio Hernando Siles , provavelmente o estádio de futebol do mais alto do mundo (3.637 m.s.n.m).




Chacaltaya



A montanha está a 5.395 m.s.n.m., na Cordilheira Real. Considerada a estação de esqui mais alta do mundo.

Não é um passeio aconselhado para quem não estiver aclimatado.




Estando em La Paz vale a pena visitar :

Copacabana

Tiwanaku

Salar de Uyuni




.

Comentários